Papo Técnico: Cláudio Oliveira Silva

//Papo Técnico: Cláudio Oliveira Silva

Papo Técnico: Cláudio Oliveira Silva, Gerente de Inovação e Sustentabilidade da ABCP

‘Retornar a permeabilidade dos centros urbanos é uma necessidade urgente’

Apesar de conservador, o setor de construção civil no Brasil vem sentindo gradativamente a necessidade de ganho de produtividade, redução de custos e prazos, além do uso de sistemas que apresentem diferenciais de sustentabilidade. A constatação é do Mestre em Engenharia Civil Cláudio Oliveira Silva, que gerencia a área de Inovação e Sustentabilidade da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP).

Para Cláudio, o modelo vigente de ocupação urbana, com a impermeabilização causada pela ocupação dos terrenos com edificações e uso de pavimentos convencionais, precisa ser revista, o que já está acontecendo, uma vez que as principais cidades do Brasil têm adotado legislações que favorecem o uso de pavimentação permeável.

O engenheiro considera os pavimentos permeáveis – como o concreto da Re9 – sistemas muito versáteis e competitivos que podem contribuir em escala para alterar a permeabilidade urbana. Confira a entrevista concedida à Re9!

1 – Re9: Diante da mudança de mercado pela qual estamos atravessando, como enxerga o mercado da construção civil no futuro? 

Cláudio Oliveira Silva: O setor de construção civil no Brasil se caracteriza por um segmento bastante conservador, onde o implemento de inovações é bastante lento. Entretanto, o cenário vem mudando gradativamente, e já começam a surgir startups voltadas para o mercado de construção civil. O fato é que o mercado cada vez mais irá impor a necessidade de ganho de produtividade, redução de custos e prazos e uso de sistemas que apresentem diferenciais de sustentabilidade. 

2 – Re9: Como profissional da área de inovação e sustentabilidade, que produtos à base de cimento respeitam a natureza? 

Cláudio: Embora o cimento seja um importante emissor de CO2, os produtos que utilizam o cimento, na forma de pré-fabricados, revestimentos de argamassa, estruturas de concreto, pavimentos de concreto, entre outros, apresentam uma série de vantagens em relação aos sistemas concorrentes. Apenas como exemplo, cito a pavimentação em concreto, podendo ser o pavimento intertravado ou o pavimento moldado no local. Esses pavimentos são em geral mais claros que os pavimentos de asfalto, isso resulta em menor temperatura superficial e, portanto, menor impacto na geração de ilhas de calor nos centros urbanos, não emitem materiais voláteis como o asfalto, suporta carregamentos maiores e duram mais que o dobro do pavimento de asfalto. Portanto, tem um menor custo econômico e exigem uma quantidade menor de novos materiais, pois não precisam ser refeitos constantemente como o asfalto. 

3 – Re9: Qual sua opinião sobre a permeabilidade do solo nos centros urbanos? 

Cláudio: A ocupação dos centros urbanos das diversas cidades, resulta na diminuição da permeabilidade natural das superfícies originais. Isso resulta em permeabilidades em torno de 5%, ou seja, quando ocorre uma chuva apenas 5% dela retorna diretamente aos lençóis d’água através da superfície.   

4 – Re9: Qual a contribuição da permeabilidade para os centros urbanos? 

Cláudio: No modelo vigente de ocupação urbana, a impermeabilização ocorre devido a ocupação dos terrenos com as edificações e uso de pavimentos convencionais, principalmente asfalto, que além de impermeabilizar causam o aumento das temperaturas superficiais, adicionando o efeito de ilhas de calor. O resultado dessa prática pode-se ver em dias de chuva intensa, quando o sistema de drenagem ou a ausência dele não suportam o escoamento superficial e resultam em enchentes e perdas materiais e de vidas. Assim, retornar a permeabilidade dos centros urbanos é uma necessidade urgente! 

5 – Re9: Como enxerga o concreto permeável moldado in loco e suas possibilidades de utilização? 

Cláudio: O pavimento permeável é um dispositivo de micro drenagem que no estudo de drenagem urbana oferece uma série de vantagem em comparação aos sistemas convencionais e drenagem. Nesse contexto, o pavimento de concreto permeável moldado no local é uma das alternativas de revestimento. A principal vantagem desse revestimento é sua continuidade, o que resulta em maior conforto de rolamento para pedestres, cadeirantes e veículos. As possibilidades de uso são praticamente as mesmas dos demais tipos de revestimentos permeáveis. 

6 – Re9: Qual a importância do treinamento e da capacitação de mão-de-obra na execução de pavimentos permeáveis? 

Cláudio: Todo sistema construtivo depende de um tripé de qualidade para atender a uma expectativa de desempenho: projeto, materiais e execução. Particularmente, a execução constitui em uma etapa crucial para o resultado da obra. No caso de pavimentos permeáveis é preciso conscientizar a mão-de-obra, muitas vezes já treinada na execução de pavimentos convencionais, de que cuidados específicos devem ser tomados, como por exemplo, o cuidados com a geração de finos e sujeiras que já podem colmatar o pavimento permeável ainda na etapa de construção. 

7 – Re9: Os pavimentos permeáveis são o futuro da pavimentação de ruas e avenidas? 

Cláudio: A pavimentação permeável tem aumentado sua utilização no Brasil desde 2009. Em 2016, entrou em vigor a norma ABNT NBR 16416, que trata dos pavimentos permeáveis à base de cimento Portland e desde então o crescimento do uso da pavimentação permeável cresce todo ano. As principais cidades do Brasil têm adotado legislações que favorecem o uso desse sistema e, portanto, a aposta é que o futuro da pavimentação permeável é bastante promissor. 

8 – Re9: Qual a sua opinião sobre os trabalhos executados na ABCP com a tecnologia RE9? 

Cláudio: No campus da ABCP, foi utilizado o concreto permeável moldado no local, em sarjetas como dispositivo de drenagem. O objetivo foi evitar o empoçamento de água que tipicamente ocorre nas sarjetas com inclinação inadequada, comuns nas vias urbanas das cidades. Foi um trabalho pioneiro e que abre uma nova utilização para o pavimento moldado no local. 

9 – Re9: Qual sua opinião sobre o processo de instalação do concreto permeável com o aditivo Re9? 

Cláudio: O aditivo foi primordial para proporcionar propriedades importantes para o concreto permeável, como resistência inicial elevada, coesão e, portanto, manutenção do índice de vazios. Essas propriedades permitem a rápida liberação ao tráfego, maior resistência à abrasão e impendem a segregação do concreto, o que causariam o fechamento dos vazios. 

10 – Re9: Mais alguma consideração sobre pavimentos permeáveis? 

Cláudio: O pavimento permeável é um sistema muito versátil, competitivo e que efetivamente pode contribuir em escala para alterar a permeabilidade urbana, mantendo-se a ocupação dos espaços. Entre as opções de projeto de drenagem, é o sistema com menor custo de manutenção. Durante a fase de projeto, deve-se considerar as condições mais favoráveis para evitar a colmatação precoce do pavimento, devendo-se prever também as condições de manutenção para manter o pavimento operando durante toda sua vida útil. 

Conheça o engenheiro:

Cláudio Oliveira Silva é Mestre em Engenharia Civil – Materiais de Construção, Pós-graduado em Administração Industrial, e gerencia a área de Inovação e Sustentabilidade da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP). Atuante em Sistemas construtivos, Produção de produtos à base de cimento, Tecnologia de concreto, Concretos especiais, Tecnologia de pavimentação e Patologias, é professor da Universidade São Judas Tadeu em algumas dessas áreas. 

 

Chuvas da Primavera agravam problemas ocasionados pela falta de permeabilidade do solo em SC

Chuvas da Primavera agravam problemas ocasionados pela falta de permeabilidade do [...]

Conjel já recuperou 74,618 litros de água com calçada permeável da Re9

Conjel já recuperou 74,618 litros de água com calçada permeável da [...]

Papo Técnico: Cláudio Oliveira Silva

Papo Técnico: Cláudio Oliveira Silva, Gerente de Inovação e Sustentabilidade da ABCP [...]

Deixe o seu comentário

Comentários

Papo Técnico: Cláudio Oliveira Silva, Gerente de Inovação e Sustentabilidade da ABCP

 ‘Retornar a permeabilidade dos centros urbanos é uma necessidade urgente’

 Apesar de conservador, o setor de construção civil no Brasil vem sentindo gradativamente a necessidade de ganho de produtividade, redução de custos e prazos, além do uso de sistemas que apresentem diferenciais de sustentabilidade. A constatação é do Mestre em Engenharia Civil Cláudio Oliveira Silva, que gerencia a área de Inovação e Sustentabilidade da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP).

Para Cláudio, o modelo vigente de ocupação urbana, com a impermeabilização causada pela ocupação dos terrenos com edificações e uso de pavimentos convencionais, precisa ser revista, o que já está acontecendo, uma vez que as principais cidades do Brasil têm adotado legislações que favorecem o uso de pavimentação permeável.

O engenheiro considera os pavimentos permeáveis – como o concreto da Re9 – sistemas muito versáteis e competitivos que podem contribuir em escala para alterar a permeabilidade urbana. Confira a entrevista concedida à Re9!

1 – Re9: Diante da mudança de mercado pela qual estamos atravessando, como enxerga o mercado da construção civil no futuro? 

Cláudio Oliveira Silva: O setor de construção civil no Brasil se caracteriza por um segmento bastante conservador, onde o implemento de inovações é bastante lento. Entretanto, o cenário vem mudando gradativamente, e já começam a surgir startups voltadas para o mercado de construção civil. O fato é que o mercado cada vez mais irá impor a necessidade de ganho de produtividade, redução de custos e prazos e uso de sistemas que apresentem diferenciais de sustentabilidade. 

2 – Re9: Como profissional da área de inovação e sustentabilidade, que produtos à base de cimento respeitam a natureza? 

Cláudio: Embora o cimento seja um importante emissor de CO2, os produtos que utilizam o cimento, na forma de pré-fabricados, revestimentos de argamassa, estruturas de concreto, pavimentos de concreto, entre outros, apresentam uma série de vantagens em relação aos sistemas concorrentes. Apenas como exemplo, cito a pavimentação em concreto, podendo ser o pavimento intertravado ou o pavimento moldado no local. Esses pavimentos são em geral mais claros que os pavimentos de asfalto, isso resulta em menor temperatura superficial e, portanto, menor impacto na geração de ilhas de calor nos centros urbanos, não emitem materiais voláteis como o asfalto, suporta carregamentos maiores e duram mais que o dobro do pavimento de asfalto. Portanto, tem um menor custo econômico e exigem uma quantidade menor de novos materiais, pois não precisam ser refeitos constantemente como o asfalto. 

3 – Re9: Qual sua opinião sobre a permeabilidade do solo nos centros urbanos? 

Cláudio: A ocupação dos centros urbanos das diversas cidades, resulta na diminuição da permeabilidade natural das superfícies originais. Isso resulta em permeabilidades em torno de 5%, ou seja, quando ocorre uma chuva apenas 5% dela retorna diretamente aos lençóis d’água através da superfície.   

4 – Re9: Qual a contribuição da permeabilidade para os centros urbanos? 

Cláudio: No modelo vigente de ocupação urbana, a impermeabilização ocorre devido a ocupação dos terrenos com as edificações e uso de pavimentos convencionais, principalmente asfalto, que além de impermeabilizar causam o aumento das temperaturas superficiais, adicionando o efeito de ilhas de calor. O resultado dessa prática pode-se ver em dias de chuva intensa, quando o sistema de drenagem ou a ausência dele não suportam o escoamento superficial e resultam em enchentes e perdas materiais e de vidas. Assim, retornar a permeabilidade dos centros urbanos é uma necessidade urgente! 

5 – Re9: Como enxerga o concreto permeável moldado in loco e suas possibilidades de utilização? 

Cláudio: O pavimento permeável é um dispositivo de micro drenagem que no estudo de drenagem urbana oferece uma série de vantagem em comparação aos sistemas convencionais e drenagem. Nesse contexto, o pavimento de concreto permeável moldado no local é uma das alternativas de revestimento. A principal vantagem desse revestimento é sua continuidade, o que resulta em maior conforto de rolamento para pedestres, cadeirantes e veículos. As possibilidades de uso são praticamente as mesmas dos demais tipos de revestimentos permeáveis. 

6 – Re9: Qual a importância do treinamento e da capacitação de mão-de-obra na execução de pavimentos permeáveis? 

Cláudio: Todo sistema construtivo depende de um tripé de qualidade para atender a uma expectativa de desempenho: projeto, materiais e execução. Particularmente, a execução constitui em uma etapa crucial para o resultado da obra. No caso de pavimentos permeáveis é preciso conscientizar a mão-de-obra, muitas vezes já treinada na execução de pavimentos convencionais, de que cuidados específicos devem ser tomados, como por exemplo, o cuidados com a geração de finos e sujeiras que já podem colmatar o pavimento permeável ainda na etapa de construção. 

7 – Re9: Os pavimentos permeáveis são o futuro da pavimentação de ruas e avenidas? 

Cláudio: A pavimentação permeável tem aumentado sua utilização no Brasil desde 2009. Em 2016, entrou em vigor a norma ABNT NBR 16416, que trata dos pavimentos permeáveis à base de cimento Portland e desde então o crescimento do uso da pavimentação permeável cresce todo ano. As principais cidades do Brasil têm adotado legislações que favorecem o uso desse sistema e, portanto, a aposta é que o futuro da pavimentação permeável é bastante promissor. 

8 – Re9: Qual a sua opinião sobre os trabalhos executados na ABCP com a tecnologia RE9? 

Cláudio: No campus da ABCP, foi utilizado o concreto permeável moldado no local, em sarjetas como dispositivo de drenagem. O objetivo foi evitar o empoçamento de água que tipicamente ocorre nas sarjetas com inclinação inadequada, comuns nas vias urbanas das cidades. Foi um trabalho pioneiro e que abre uma nova utilização para o pavimento moldado no local. 

9 – Re9: Qual sua opinião sobre o processo de instalação do concreto permeável com o aditivo Re9? 

Cláudio: O aditivo foi primordial para proporcionar propriedades importantes para o concreto permeável, como resistência inicial elevada, coesão e, portanto, manutenção do índice de vazios. Essas propriedades permitem a rápida liberação ao tráfego, maior resistência à abrasão e impendem a segregação do concreto, o que causariam o fechamento dos vazios. 

10 – Re9: Mais alguma consideração sobre pavimentos permeáveis? 

Cláudio: O pavimento permeável é um sistema muito versátil, competitivo e que efetivamente pode contribuir em escala para alterar a permeabilidade urbana, mantendo-se a ocupação dos espaços. Entre as opções de projeto de drenagem, é o sistema com menor custo de manutenção. Durante a fase de projeto, deve-se considerar as condições mais favoráveis para evitar a colmatação precoce do pavimento, devendo-se prever também as condições de manutenção para manter o pavimento operando durante toda sua vida útil. 

Conheça o engenheiro:

Cláudio Oliveira Silva é Mestre em Engenharia Civil – Materiais de Construção, Pós-graduado em Administração Industrial, e gerencia a área de Inovação e Sustentabilidade da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP). Atuante em Sistemas construtivos, Produção de produtos à base de cimento, Tecnologia de concreto, Concretos especiais, Tecnologia de pavimentação e Patologias, é professor da Universidade São Judas Tadeu em algumas dessas áreas. 

Chuvas da Primavera agravam problemas ocasionados pela falta de permeabilidade do solo em SC

Chuvas da Primavera agravam problemas ocasionados pela falta de permeabilidade do [...]

Conjel já recuperou 74,618 litros de água com calçada permeável da Re9

Conjel já recuperou 74,618 litros de água com calçada permeável da [...]

Papo Técnico: Cláudio Oliveira Silva

Papo Técnico: Cláudio Oliveira Silva, Gerente de Inovação e Sustentabilidade da ABCP [...]

Deixe o seu comentário

Comentários

Comercial

+55(47) 9 9757-5005

junek@re9eco.com.br

Administrativo

+55 (47) 9 8908-7379

aroldocoelho@re9eco.com.br

Home         Soluções        Notícias        Contato

Inscreva-se para receber conteúdo

Instagram Facebook Linkedin WhatsApp

Comercial

+55(47) 9 9757-5005

junek@re9eco.com.br

Administrativo

+55 (47) 9 8908-7379

aroldocoelho@re9eco.com.br

Home         Soluções        Notícias        Contato

Instagram Facebook Linkedin WhatsApp

Inscreva-se para receber conteúdo

© 2019 Re9 Soluções Ecológicas

Todos os direitos reservados.

© 2019 Re9 Soluções Ecológicas – Todos os direitos reservados.

2020-10-01T14:26:36-03:00